Dançando para a cidadania: reflexões sobre práticas artísticas e educativas desenvolvidas em uma ong de Santa Maria – RS.

Autores

  • Daniela Grieco Nascimento e Silva UFSM
  • Silvia Susana Wolff UFSM

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v35i2.374

Resumo

Este artigo objetiva verificar a influência do balé, tal como desenvolvido na ONG Royale, nos processos de inclusão social, construção e manutenção da cidadania de jovens da periferia da cidade de Santa Maria – RS. Para tal realizou-se uma investigação qualitativa, tendo como instrumentos de pesquisa o uso de entrevistas e observações. O processo artístico-educativo desenvolvido pela ONG Royale, que tem o balé como eixo central, propicia influências nas construções das identidades pessoais e coletivas, o que indica possibilidades do desenvolvimento da conscientização de seus papéis como cidadãs. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Grieco Nascimento e Silva, UFSM

Doutoranda em Educação - Linha de Pesquisa Educação e Artes - na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Possui formação em Ballet Clássico pela Escola de Ballet Ivone Freire. Atualmente é diretora artística, coreógrafa e professora de Ballet Clássico da ONG Royale Escola de Dança e Integração Social, em Santa Maria - RS.

Silvia Susana Wolff, UFSM

Doutora em Artes pela Universidade Federal de Campinas (2010). Professora Adjunta do Curso de Dança Bacharelado da Universidade Federal de Santa Maria.

Downloads

Publicado

2017-08-31

Como Citar

Nascimento e Silva, D. G., & Wolff, S. S. (2017). Dançando para a cidadania: reflexões sobre práticas artísticas e educativas desenvolvidas em uma ong de Santa Maria – RS. Horizontes, 35(2), 79–88. https://doi.org/10.24933/horizontes.v35i2.374

Edição

Seção

Artigos