Ideologias e percepções de qualidade em educação superior: da dicotomia entre o social e o econômico ao ‘caminho do meio’

Julio Cesar Godoy Bertolin

Resumo


Este artigo investiga as relações entre as visões de mundo e ideologias das pessoas e dos grupos de interesses com suas respectivas concepções e percepções de educação superior. Por meio de revisões da literatura e análises documentais busco, primeiramente, demonstrar as raízes ideológicas de duas concepções atuais de educação superior: como ‘bem público’ e como ‘serviço comercial’. Na sequência, argumento que tais concepções consubstanciam duas principais visões de qualidade para a educação superior - uma com ênfase social e outra com ênfase econômica - e, por fim, aponto o ‘caminho do meio’ como uma alternativa desejável a tais visões.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24933/horizontes.v36i2.494

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Horizontes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Universidade São Francisco
CNSP-ASF | Casa de Nossa Senhora da Paz - Ação Social Franciscana

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia