Uma análise construcionista social da liberdade na educação

Resumo

Este ensaio apresenta uma discussão teórica a respeito da liberdade na perspectiva do Construcionismo Social e sua aplicabilidade no contexto da educação escolar. Liberdade, do ponto de vista relacional, só existe quando há possibilidade da divergência, de conflitos de ideias, de expressar opiniões que não são as da maioria. Para isso, precisamos aprender a conviver com pessoas que não tem nada em comum, que são diferentes e nos pareçam estranhas e até incômodas. Denominamos este processo de inclusão. Consideramos que a escola tem uma grande tarefa no sentido de criar comunidades inclusivas, mas isso exige uma significativa reformulação no modelo escolar conhecido, que tende a ser excludente, competitivo, individualista e colonizador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita de Cássia de Souza, Departamento de Educação da Universidade Federal de Viçosa - MG
Rita de Cássia de Souza possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1997), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2006). Atualmente é Professora Associada da Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: história da educação, escola nova, indisciplina escolar, metodologias diferenciadas de educação, construcionismo social, práticas colaborativas e dialógicas e pesquisas relacionais.
Publicado
2020-07-04
Como Citar
de Souza, R. de C. (2020). Uma análise construcionista social da liberdade na educação. Horizontes, 38(1), e020034. https://doi.org/10.24933/horizontes.v38i1.760