Formação para o atendimento educacional especializado: a constituição do sujeito pelo endividamento da maximum capacity

Daiana Bastos da Silva Santos, Helena Venites Sardagna

Resumo


O artigo analisa a estratégia de formação continuada para o atendimento educacional especializado (AEE) e suas implicações, no âmbito dos estudos de formação continuada de professores para o AEE, a partir de quatro municípios da região Litoral Norte/RS. Os dados foram coletados em entrevistas semiestruturadas, realizadas com professores do AEE desses municípios. Como apontamentos, o estudo problematiza a constituição de uma nova figura subjetiva contemporânea — o sujeito docente da maximum capacity — por meio de uma racionalidade neoliberal, na esteira da noção metodológica foucaultiana de biopolítica. O professor participante da pesquisa, ao buscar a formação continuada, é interpelado pela lógica do desempenho, sentindo-se responsável pela gestão da sua formação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24933/horizontes.v38i1.816

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Horizontes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Universidade São Francisco
CNSP-ASF | Casa de Nossa Senhora da Paz - Ação Social Franciscana

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia