Letramento matemático: um processo construído pelo narrar e pelas linguagens

Resumo

O presente artigo trata-se de um recorte de uma pesquisa de doutorado defendida no ano de 2017 e que investigou sobre o processo de letramento matemático a partir de narrativas para a apropriação da linguagem e de conceitos matemáticos. Para este texto o objetivo é trazer algumas discussões sobre o letramento em aulas de matemática (Kleiman) e o uso das linguagens enquanto parte do desenvolvimento conceitual pelo aluno (Bakhtin; Ricoeur; e Vigotski). Para isso, foram selecionadas algumas narrativas orais e escritas de alunos do 3º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública municipal do interior de São Paulo. Os resultados evidenciaram que o letramento está aliado as práticas sociais, a partir da ação planejada na sala de aula, trazendo a possibilidade do aluno comunicar, ler, narrar e transformar-se.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cidinéia da Costa Luvison, UNIESI - Centro Universitário de Itapira
Doutora e Mestre em Educação pela Universidade São Francisco. Pós-graduada em Gestão educacional, Psicopedagogia, Educação Especial e Processos de leitura e escrita. Licenciada em Pedagogia e História. Docente do Centro Universitário de Itapira - UNIESI, Diretora de uma escola estadual e docente na disciplina de História na mesma rede.
Luzia Batista de Oliveira Silva, USF - Universidade São Francisco

Bacharelado em Filosofia pela PUC/SP (1994); Mestrado em Filosofia pela PUC/SP (CNPq - 1995/1997); Doutorado em Educação pela FE/USP (2004); Pós-doutorado em Antropologia pela Faculdade de Ciência Sociais da PUC/SP (2011 - 2013) com estágio Pós-doutoral em Filosofia pela Faculdade de Filosofia da Université de Bourgogne ? UNB/Dijon-FR (2011-2012). É membro da AIGB ? L?Association Internationale Gaston Bachelard ? Dijon-FR; membro do SETC ? Sociedad de Estudios de Teoría Crítica (UIB/Palma de Maiorca ? ES); membro e parecerista da ANPED ? Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, região sudeste, GT 17 - Filosofia da Educação. Docente na Universidade São Francisco ? USF na Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação e nos cursos de Graduação. Possui larga experiência na área de educação, com ênfase em Filosofia e Filosofia da educação, atuando principalmente nos seguintes temas: filosofia, filosofia da educação; teoria crítica e educação; filosofia contemporânea; poéticas da infância e educação; narração, educação e formação superior; imaginário e violência escolar. É líder dos grupos de pesquisa: Estética, Formação Superior e Infância (CNPq/USF) e TCTCLAE ? Teoria Crítica e Teorias Críticas Latino-Americanas e Educação (CNPq/USF); membro pesquisador do Grupo de Pesquisa Teoria Crítica e Educação (CNPq/USF/UFSCAR/UNIMEP).

 
Publicado
2020-02-24
Como Citar
Luvison, C. da C., & Silva, L. B. de O. (2020). Letramento matemático: um processo construído pelo narrar e pelas linguagens. Horizontes, 38(1), e020008. https://doi.org/10.24933/horizontes.v38i1.860
Seção
Seção Temática: Gênero textual/discursivo como instrumento