Desenvolvimento do senso numérico em crianças de um 1º ano do ensino fundamental

Autores

  • Marina de Souza Bortolucci PUC Campinas
  • Maria Auxiliadora Bueno Andrade Megid PUC Campinas

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v39i1.1136

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar o desenvolvimento do senso numérico em um 1º ano do Ensino Fundamental, a partir do uso do jogo Forma Dez. Entendemos senso numérico como uma forma personalizada de lidar com os números e as operações e que seu desenvolvimento é perceptível pela maneira como cada um estabelece relações numéricas e apresenta estratégias de cálculo. A metodologia utilizada é de natureza interventiva, caracterizada como pesquisa da própria prática. Para a análise, foram escritas narrativas a partir das videogravações do jogo desenvolvido com a turma. O jogo revelou-se uma prática que pode colaborar para o estabelecimento de relações numéricas, contribuindo para o desenvolvimento do senso numérico. No entanto, as mediações de qualidade do professor são fundamentais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CASTRO, J. P.; RODRIGUES, M. O sentido de número no início da aprendizagem. In: BROCARDO, J.; SERRAZINA, L.; ROCHA, I. (orgs.). O sentido do número: reflexões que entrecruzam teoria e prática. Lisboa: Escolar Editora, 2008. p.117-133.

CEBOLA, G. Do número ao sentido do número. In: PONTE, J. P. et al. (orgs.). Atividades de investigação na aprendizagem da matemática e na formação de professores. Lisboa: Secção de Educação e Matemática da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação, 2007, p.223-239.

CUNHA, M. I. Conta-me agora!: As narrativas como alternativas pedagógicas na pesquisa e no ensino. Rev. Fac. Educ., São Paulo, v.23, n.1-2, p.185-195, 1997. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-25551997000100010&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 02 ago. 2016.

DAMIANI, M. F. et al. Discutindo pesquisas do tipo intervenção pedagógica. Cadernos de Educação, Pelotas, v.45, n.45, p.57-67, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/caduc/article/view/3822. Acesso em: 30 out. 2019.

FERREIRA, E. A adição e a subtracção no contexto do sentido de número. In: BROCARDO, J.; SERRAZINA, L.; ROCHA, I. (orgs.). O sentido do número: reflexões que entrecruzam teoria e prática Lisboa: Escolar Editora, 2008. p.135-157.

IBIAPINA, I. M. L. M. Pesquisa colaborativa: investigação, formação e produção de conhecimento. Brasília: Líder, 2008.

LARROSA, J. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n.19, p.20-28, 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=s1413-24782002000100003&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em 28 mar. 2020.

LIMA, C. N. M. F; NACARATO, A. M. A investigação da própria prática: mobilização e apropriação de saberes profissionais em Matemática. Educação em Revista, Belo Horizonte, v.25, n.2, p.241-266, ago. 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-46982009000200011&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 21 ago. 2019.

LORENZATO, S. Educação infantil e percepção matemática. Campinas: Autores Associados, 2011.

MCINTOSH, A.; REYS, B. J.; REY, R. E. A proposed framework for examining basic number sense. For the Learning of Mathematics. Fl M Publishing Association, British Columbia, v.12, n.3, p.8-44, 1992.

MORAIS, C. M. S. O cálculo mental na resolução de problemas: um estudo no 1º ano de escolaridade. 2011. 198f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto Politécnico de Lisboa, Lisboa, 2011.

MORAIS, C.; SERRAZINA, L. O cálculo mental na resolução de problemas de subtração. Quadrante, Lisboa, v.22, n.1, p.53-76, 2013. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/322357925_O_Calculo_Mental_na_Resolucao_de_Problemas_de_Subtracao. Acesso em: 21 ago. 2020.

PONTE, J. P. Investigar a nossa própria prática: Uma estratégia de formação e de construção do conhecimento profissional. In: Castro, E.; Torre, E. (eds). Invertigación en educación matemática, Coruña, v.2, n.4, p.61-84, 2004. Disponível em http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/jponte/docs-pt/04-Ponte-Corunha.pdf. Acesso em: 21 ago. 2019.

PRADO, G. V. T.; FERREIRA, C. R.; FERNANDES, C. H. Narrativa pedagógica e memoriais de formação: escrita dos profissionais da Educação? Revista Teias, v.12, n.26, p.143-153, 2011. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistateias/article/view/24216/17195. Acesso em: 17 dez. 2020.

SERRAZINA, M. L. O sentido do número no 1º ciclo: uma leitura de investigação. Boletim GEPEM, Rio de Janeiro, s/v, n.61, p.15-28, 2012. Disponível em: http://r1.ufrrj.br/gepem/paginas/sumario/SumarioBoletimGEPEM_1ao71_5ab2018.pdf. Acesso em: 10 ago. 2020.

TEIXEIRA, M.; MEGID NETO, J. Uma proposta de tipologia para pesquisas de natureza Interventiva. Ciênc. Educ., Bauru, v.23, n.4, p.1055-1076, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v23n4/1516-7313-ciedu-23-04-1055.pdf. Acesso em: 21 ago. 2019.

VAN DE WALLE, J. A. matemática no ensino fundamental: formação de professores e aplicação em sala de aula. Porto Alegre: Artmed, 2009.

Downloads

Publicado

2021-12-29

Como Citar

de Souza Bortolucci, M., & Bueno Andrade Megid, M. A. (2021). Desenvolvimento do senso numérico em crianças de um 1º ano do ensino fundamental. Horizontes, 39(1), e021068. https://doi.org/10.24933/horizontes.v39i1.1136