A política pública de educação e o enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes em Manaus/AM: desafios diante das legislações

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v39i1.1144

Resumo

A violência sexual é uma violação de Direitos Humanos de crianças e adolescentes muito frequente no Brasil e tem ocupado significativo espaço na grande mídia e debates acadêmicos. Esta pesquisa buscou compreender quais são as responsabilidades da política pública de educação no enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes com base na Lei nº 13.431/2017 e Decreto nº 9.603/2018. Também buscou-se identificar se estas legislações dialogam com as metas e estratégias do Plano Municipal de Educação do município de Manaus/AM. Após a análise do PME do município de Manaus/AM, verificou-se que apenas uma única estratégia de ensino – estratégia 7.25 – menciona a questão da violência sexual, configurando um contexto de diálogo e debate de pouca visibilidade no âmbito escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BORBA, A. 16º dia do Simpósio Nacional de Fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos – Virtual, 2020. 1 vídeo (02h 40 min). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=oibaVrBFZNc&t=548s. Acesso em: 29 out. 2020.

BRAGA, R.; RODRIGUES, L. S. A. Abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes: estudo da Lei 13.431/2017. 2018. Disponível em: https://jus.com.br/artigos/67899/abuso-e-exploracao-sexual-de-criancas-e-adolescentes-um-estudo-bibliografico-sobre-a-lei-n-13-431-2017. Acesso em: 06 jan.2020.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Presidência da República, 1988.

BRASIL. Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Brasília: Presidência da República, 1990. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm. Acesso em: 23 out. 2020.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: Presidência da República, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 28 mai. 2019.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1997. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf. Acesso em: 09 jan.2021.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica. Brasília: Ministério da Educação/Secretaria de Educação Básica, 2013.

BRASIL. Lei nº. 13.005/2014. Plano Nacional de Educação. Brasília: Presidência da República, 2014a. Disponível em: http://www.observatoriodopne.org.br/uploads/reference/file/439/documentoreferencia.pdf. Acesso em: 16 fev.2019.

BRASIL. O plano municipal de educação: caderno de orientações. Brasília: Ministério da Educação / Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino, 2014b. Disponível em: https://pne.mec.gov.br/images/pdf/pne.pme.caderno de orientações.pdf. Acesso em: 02 mar. 2020.

BRASIL. Lei nº 13.431, de 4 de abril de 2017. Estabelece o sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente vítima ou testemunha de violência e altera a Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990. Brasília: Presidência da República, 2017.

BRASIL. Decreto nº 9.603, de 10 de dezembro de 2018. Regulamenta a Lei nº 13.431, de 4 de abril de 2017, que estabelece o sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente vítima ou testemunha de violência. Brasília: Presidência da República, 2018.

CERQUEIRA, D. et al. Atlas da violência 2018. Rio de Janeiro: Ipea, 2018.

GIROUX, H. Teoria crítica e resistência em educação (para além das teorias da reprodução). Petrópolis: Vozes, 1986.

GOHN, M. G. Movimentos sociais e lutas pela educação no Brasil: experiências e desafios na atualidade. In: REUNIÃO CIENTÍFICA REGIONAL DA ANPED SUL, 11. 2016, Curitiba. Anais Educação, movimentos sociais e políticas governamentais. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2016, [n. p.]. (Conferência de encerramento).

JUNQUEIRA, R. D. Ideologia de gênero: a gênese de uma categoria política reacionária - ou: como a promoção dos direitos humanos se tornou uma ameaça à família natural. In: RIBEIRO, P. R. C.; MAGALHÃES, J. C. (orgs.). Debates contemporâneos sobre educação para a sexualidade. Rio Grande: FURG, 2017, p.25-52.

JUNQUEIRA, R. D. A invenção da ideologia de gênero: a emergência de um cenário político-discursivo e a elaboração de uma retórica reacionária antigênero. Psicologia Política. v.18. n.43, p.449-502, set./dez. 2018.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2. ed. Rio de Janeiro/RJ: EPU, 2007.

MANAUS. Lei nº 2000, de 24 de junho de 2015. Aprova o Plano Municipal de Educação e dá outras providências. Manaus: Câmara de Vereadores/as, 2015.

MANAUS. Lei nº. 439 de 07 de março de 2017. Proíbe, na grade curricular das escolas do município de Manaus, as atividades pedagógicas que visem à reprodução do conceito de ideologia de gênero. Manaus: Câmara de Vereadores/as, 2017.

MINISTÉRIO DA MULHER, DA FAMÍLIA E DOS DIREITOS HUMANOS - MDH. Disque direitos humanos: relatório 2019. Brasília: Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, 2019. Disponível em: https://crianca.mppr.mp.br/arquivos/File/publi/mmfdh/disque_100_relatorio_mmfdh2019.pdf. Acesso em: 25 nov.2020.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC. Orientações Curriculares Nacionais para o Ensino Médio – PCNEM, 2021. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=13558. Acesso em: 10 jan. 2021.

MINAYO, M. C. S. Violência e saúde. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2006. (Temas em Saúde collection). [online]. Disponível em: https://static.scielo.org/scielobooks/y9sxc/pdf/minayo-9788575413807.pdf. Acesso em: 23 nov.2020.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Portaria Interministerial Ministério da Saúde e Ministério da Educação – nº 796, de 29 de maio de 1992, 1992. Disponível em: https://www.mprs.mp.br/legislacao/portarias/2096/. Acesso em: 10 jan.2021.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Marco legal: saúde, um direito de adolescentes, 2005. Disponível em: http://www.reprolatina.institucional.ws/site/respositorio/materiais_apoio/textos_de_apoio/Marco_legal_Saude_um_direito_de_adolescentes.pdf. Acesso em: 10 jan.2021.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Dados epidemiológicos Sinan. Sistema de Informação de Agravos de Notificação – Sinan, 2020. Disponível em: http://portalsinan.saude.gov.br/dados-epidemiologicos-sinan. Acesso em: 12 out. 2020.

MORESI, E. (org.). Metodologia da Pesquisa.Brasília: Universidade Católica de Brasília, 2003.

OLIVEIRA, M. Políticas públicas e violência sexual contra crianças e adolescentes: planos municipais de educação do Estado do Paraná como documentos de (não) promoção da discussão. 2017, 136f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2017.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

RIBEIRO, M. Educação sexual. 2020, [n.p.]. Disponível em: http://www.reprolatina.institucional.ws/site/respositorio/materiais_apoio/textos_de_apoio/Educacao_Sexual.pdf. Acesso em: 10 jan.2021.

SILVA, I. R.; OLIVEIRA, M. Mesa redonda 5: democracia, direitos humanos e educação, 2020. 1 vídeo (02h 02 min). Publicado pelo canal SEINPE 2020. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=mKCrrg1lux0. Acesso em: 09 dez. 2020.

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA - SSP/AM. Indicadores da Secretaria de Segurança Pública, 2019. Disponível em: http://transparencia.ssp.am.gov.br/. Acesso em: 09 jan.2021.

TORRES, N. E. Cenário político educacional e movimentos sociais: BNCC e reforma do ensino médio em foco. In: SILVA, E. D.; NASCIMENTO, J. F. (orgs.). Políticas públicas educacionais. Rio de Janeiro: Dictio Brasil, 2018, p.172-205.

TOURAINE, A. Palavra e sangue. Campinas: Editora da UNICAMP, 1989.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS. Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 4004735-30.2017.8.04.0000, 2019. Disponível em: https://jurisprudencia.s3.amazonaws.com/TJ-AM/attachments/TJ-AM_ADI_40047353020178040000_8fbc9.pdf?AWSAccessKeyId=AKIARMMD5JEAD4VJ344N&Expires=1610312155&Signature=lpVxImB2OZqiA0vZYE0sCKThW8Q%3D. Acesso em: 10 jan.2021.

VIEIRA, L. J. E. S. et al. Capacitação para o enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes em quatro capitais brasileiras. Ciênc. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, n.20, v.11, nov. 2015.

WEISS, F.; PANTOJA, R. F. Embates acerca das discussões de gênero na escola e ideologia de gênero no legislativo em Manaus. In: REUNIÃO DA ANTROPOLOGIA DO MERCOSUL, 13.; ANTROPOLOGIAS DO SUL, 13., 2019, Porto Alegre. Anais [...], Porto Alegre: ABA, 2019. p.6.

Downloads

Publicado

2021-12-29

Como Citar

Lofiego Cacau, C., de Oliveira, M., & Ribeiro da Silva, I. (2021). A política pública de educação e o enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes em Manaus/AM: desafios diante das legislações . Horizontes, 39(1), e021067. https://doi.org/10.24933/horizontes.v39i1.1144