O papel dos afetos na atividade docente

a experiência de um professor diretor de turma de ensino médio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v39i1.1279

Resumo

Este estudo é parte de uma pesquisa em curso e expõe uma discussão acerca do papel dos afetos na atividade de um professor de português numa escola de ensino médio, onde também atua como professor diretor de turma. A partir de estudos de Clot, baseando-se nas teorias de Spinoza e de Vigotski, refletimos sobre a questão dos afetos na atividade e também evocamos alguns conceitos da filosofia bakhtiniana da linguagem. O objetivo é analisar como os afetos se manifestam pela atividade linguageira desse professor em uma situação de autoconfrontação. Foi possível perceber o quanto os afetos atravessam a atividade desse professor que, por sua vez, está muito relacionada à atividade dos alunos, evocando, assim, um posicionamento efetivamente alteritário por parte do docente e uma espécie de “ciclo de afetação” ou aquilo que Clot nomeia de “coafetação”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rozania Maria Alves de Moraes, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Professora Associada do Curso de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Possui Doutorado em Ciências da Linguagem, pela Universidade Grenoble III (2005), e Pós-Doutorado em Ciências da Educação, pela Universidade Aix-MArseille (2012).

Referências

AMIGUES, R. Pour une approche ergonomique de l’activité enseignante. Skholê, hors série 1, p.5-16, 2003. Disponível em: http://sites.univprovence.fr/ergolog/Bibliotheque/Divers/Amigues_approche_ergonomique.pdf. Acesso em: 26 jun.2016.

AMIGUES, R. Trabalho do professor e trabalho de ensino. In: MACHADO, A. R. (org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: Eduel, 2004. p.35-53.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BAKHTIN, M. Problemas da poética de Dostoiévski. Trad. Paulo Bezerra. 5. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2013.

BAKHTIN, M. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. Trad. Aurora Fornoni Bernardini et al. 7. ed. São Paulo: UNESP: Hucitec, 2014.

BESSA, L. P. Análise da atividade docente pelo método da instrução ao sósia: trabalhando a comunicação oral em língua inglesa no ensino médio. 2018. 191f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2018. Disponível em: http://www.uece.br/posla/wp-content/uploads/sites/53/2019/11/DISSERTAC%CC%A7A%CC%83O_LUCIANA-PEIXOTO-BESSA.pdf. Acesso: 20 ago. 2020.

BONNEFOND, J. Y.; CLOT, Y. Les affects et leur destin dans l’intervention. Activités [En ligne]. v.13, n.2, p.1 – 23, 2016. DOI: 10.4000/activites.2895. Disponível em: http://journals.openedition.org/activites/2895. Acesso em: 02 jul. 2020.

BONNEMAIN, A. Affect et comparaison dans le dialogue en autoconfrontation.Activités. [En ligne]. v.16, n.1, p.1-33, 2019. DOI: 10.4000/activites.4007. Disponível em: http://journals.openedition.org/activites/4007. Acesso em: 12 jun.2020.

BONNEMAIN, A.; CLOT, Y. Clinique de l’activité: les affects dans l’autoconfrontation. In: DELEFOSSE, M. S.; CARRAL, M. D. R. Les méthodes qualitatives en psychologie et sciences humaines de la santé. Paris: Dunod, 2017. p.131-151.

BRAIT, B. Análise e teoria do discurso. In: BRAIT, B. (org.). Bakhtin: outros conceitos-chave. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2012. p.09-31.

BRAZÃO, J. C. C. Afecção e afeto em Spinoza e Daniel Stern: considerações clínicas. Ayvu, Rev.Psicol., v.04, n.02, p.77-95, 2018. Disponível em: https://periodicos.uff.br/ayvu/article/view/22240. Acesso em: 11 set. 2020.

CEARÁ. Professor diretor de turma é tema de seminário na AL. 9 set. 2013. Disponível em: https://www.ceara.gov.br/2013/09/09/professor-diretor-de-turma-e-tema-de-seminario-na-al/. Acesso em: 22 jun.2020.

CEARÁ. Secretaria da Educação. Projeto professor diretor de turma – PPDT. 1 mar. 2017. Disponível em: https://www.ceara.gov.br/servicos/?serv=22-educacao/4595-projeto-professor-diretor-de-turma-ppdt. Acesso em: 22 jun.2020.

CEARÁ. Secretaria da Educação. Projeto professor diretor de turma – PPDT. 2018. Disponível em: https://www.seduc.ce.gov.br/projeto-professor-diretor-de-turma-ppdt/. Acesso em: 24 jun.2020.

CLOT, Y. A função psicológica do trabalho. Trad. Adail Sobral. 2.ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2007.

CLOT, Y. Trabalho e poder de agir. Trad. Guilherme João F. Teixeira e Marlene M. Z. Vianna. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2010.

CLOT, Y. A interfuncionalidade dos afetos, das emoções e dos sentimentos: o poder de ser afetado e o poder de agir. In: BANKS-LEITE, L. et al. (orgs.). Diálogos na perspectiva histórico-cultural: interlocuções com a clínica da atividade. Campinas: Mercado de Letras, 2016. p.87-95.

CLOT, Y. L’affectivité en activité. In: BARBIER, J. M.; DURAND, M. Encyclopédie d'analyse des activités. Paris: PUF, 2017. p.877-909.

CLOT, Y.; FAÏTA, D. Genres et styles en analyse du travail: concepts et méthodes. Travailler, n.4, p.7-42, 2000.

CLOT, Y.; FAÏTA, D. Gêneros e estilos em análise do trabalho: conceitos e métodos. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v.25, n.2. p.33-60, mai./ago., 2016.

FARIAS, A. L. G. Análise de diálogos de autoconfrontação: relações dialógicas e transformação na atividade linguageira de professores estagiários de francês sobre sua atividade docente. 2016. 446f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2016. Disponível em: http://www.uece.br/posla/index.php/teses/287-turma-2016. Acesso em: 20 jul. 2017.

FRIEDRICH, J. Lev Vigotski Mediação, aprendizagem e desenvolvimento: uma leitura filosófica e epistemológica. Trad. Anna Rachel Machado e Eliane Gouvêa Lousada. Campinas: Mercado de Letras, 2012.

GUHUR, M. L. P. A significação das emoções em jovens e adultos com deficiência mental: o dialogismo de Bakhtin. CONGRESSO BRASILEIRO MULTIDISCIPLINAR DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 5., 2009. Anais [...]. Londrina, 3-6 nov.2009, p.493-499. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/congressomultidisciplinar/pages/arquivos/anais/2009/060.pdf. Acesso em: 13 mar. 2021.

HUBERMAN, M. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, A. (org.). Vidas de professores. Lisboa: Porto Editora, 1992. p.31-61.

MACHADO, A. R. Trabalho prescrito, planificado e realizado na formação de professores: primeiro olhar. Scripta, v.6, n.11, p.39–53, 2002. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12448. Acesso em: 24 jun.2020.

MAGALHÃES, M. C. C.; OLIVEIRA, W. Vygotsky e Bakhtin/Volochinov: dialogia e alteridade. Bakhtiniana, São Paulo, v.1, n.5, p.103-115, 2011. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/bakhtiniana/article/view/4749. Acesso em: 29 jun.2020.

MARQUES, E. S. A.; CARVALHO, M. V. C. Vivência e afetação na sala de aula: um diálogo entre Vigotski e Espinosa. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v.23, n.41, p.41-50, jan./jun.2014.

MARQUES, E. S. A; CARVALHO, M. V. C. Prática educativa bem-sucedida na escola: reflexões com base em L. S. Vigotski e Baruch de Espinosa. Revista Brasileira de Educação, v.22, n.71, p.1-17, 2017. e227169. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782017227169. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S141324782017000400221&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 15 jun.2020.

MOITA LOPES, L. P.Introdução: uma linguística aplicada mestiça e ideológica – interrogando o campo como linguista aplicado. In: MOITA LOPES, L. P.(org.). Por uma linguística aplicada indisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006. p.13-44.

PRETI, D. Apresentação. In: PRETI, D. (org.). Análise de textos orais. 4. ed. São Paulo: Humanitas Publicações, 1999, p. 7-12.

SANDRÉ, M. Analyser les discours oraux: approche pluridisciplinaire. Paris: Armand Colin, 2013.

SANTOS, N. F. Projeto professor diretor de turma: uma análise da implementação em uma escola pública da rede estadual do Ceará. 2014. 116f. Dissertação. (Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública) – Programa de Pós-Graduação Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2014. Disponível em: http://mestrado.caedufjf.net/projeto-professor-diretor-de-turma-uma-analise-da-implementacao-em-uma-escola-publica-da-rede-estadual-do-ceara/. Acesso em: 24 jun.2020.

SAUSSEZ, F. Le dialogisme bakhtinien, une boîte à outils intellectuels pour comprendre l’activité quotidienne? In: YVON, F.; SAUSSEZ, F. (orgs.). Analyser l’activité enseignante: des outils méthodologuiques et théoriques pour l’intervention et la formation. Québec: Presse de l’Université Laval, 2010. p.181-203.

SOBRAL, A. Ato/atividade e evento. In: BRAIT, B. (org.). Bakhtin: conceitos-chave. São Paulo: Contexto, 2012. p.11-36.

SPINOZA, B. Ética. Trad. Tomaz Tadeu. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2019.

VIEIRA, M.; FAÏTA, D. Quando os outros olham outros de si mesmo: reflexões metodológicas sobre a autoconfrontação cruzada, Polifonia, Cuiabá, n.7, p.27-65, 2003.

VIGOTSKI, L. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Trad. José Cipolla Neto et al., 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

VYGOTSKY, L.S. The genesis of higher mental functions. 1931. s/p.

Disponível em: https://www.marxists.org/archive/vygotsky/works/1931/higher-mental-functions.htm. Acesso em: 22 jul. 2020.

VYGOTSKI, L. Théorie des émotions. Paris: l’Harmattan, 1998.

VYGOTSKI, L. Conscience, inconscient, émotions. 2. ed. Paris: La Dispute/Snédit, 2017.

Downloads

Publicado

2021-08-03

Como Citar

Moraes, R. M. A. de, Clemente, M. C. T. ., & Bessa, L. P. . (2021). O papel dos afetos na atividade docente: a experiência de um professor diretor de turma de ensino médio. Horizontes, 39(1), e021039. https://doi.org/10.24933/horizontes.v39i1.1279

Edição

Seção

Seção Temática: Os desafios do trabalho na contemporaneidade