O papel dos afetos na atividade docente

a experiência de um professor diretor de turma de ensino médio

Resumo

Este estudo é parte de uma pesquisa em curso e expõe uma discussão acerca do papel dos afetos na atividade de um professor de português numa escola de ensino médio, onde também atua como professor diretor de turma. A partir de estudos de Clot, baseando-se nas teorias de Spinoza e de Vigotski, refletimos sobre a questão dos afetos na atividade e também evocamos alguns conceitos da filosofia bakhtiniana da linguagem. O objetivo é analisar como os afetos se manifestam pela atividade linguageira desse professor em uma situação de autoconfrontação. Foi possível perceber o quanto os afetos atravessam a atividade desse professor que, por sua vez, está muito relacionada à atividade dos alunos, evocando, assim, um posicionamento efetivamente alteritário por parte do docente e uma espécie de “ciclo de afetação” ou aquilo que Clot nomeia de “coafetação”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rozania Maria Alves de Moraes, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Professora Associada do Curso de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Possui Doutorado em Ciências da Linguagem, pela Universidade Grenoble III (2005), e Pós-Doutorado em Ciências da Educação, pela Universidade Aix-MArseille (2012).

Referências

AMIGUES, R. Pour une approche ergonomique de l’activité enseignante. Skholê, hors série 1, p.5-16, 2003. Disponível em: http://sites.univprovence.fr/ergolog/Bibliotheque/Divers/Amigues_approche_ergonomique.pdf. Acesso em: 26 jun.2016.

AMIGUES, R. Trabalho do professor e trabalho de ensino. In: MACHADO, A. R. (org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: Eduel, 2004. p.35-53.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BAKHTIN, M. Problemas da poética de Dostoiévski. Trad. Paulo Bezerra. 5. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2013.

BAKHTIN, M. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. Trad. Aurora Fornoni Bernardini et al. 7. ed. São Paulo: UNESP: Hucitec, 2014.

BESSA, L. P. Análise da atividade docente pelo método da instrução ao sósia: trabalhando a comunicação oral em língua inglesa no ensino médio. 2018. 191f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2018. Disponível em: http://www.uece.br/posla/wp-content/uploads/sites/53/2019/11/DISSERTAC%CC%A7A%CC%83O_LUCIANA-PEIXOTO-BESSA.pdf. Acesso: 20 ago. 2020.

BONNEFOND, J. Y.; CLOT, Y. Les affects et leur destin dans l’intervention. Activités [En ligne]. v.13, n.2, p.1 – 23, 2016. DOI: 10.4000/activites.2895. Disponível em: http://journals.openedition.org/activites/2895. Acesso em: 02 jul. 2020.

BONNEMAIN, A. Affect et comparaison dans le dialogue en autoconfrontation.Activités. [En ligne]. v.16, n.1, p.1-33, 2019. DOI: 10.4000/activites.4007. Disponível em: http://journals.openedition.org/activites/4007. Acesso em: 12 jun.2020.

BONNEMAIN, A.; CLOT, Y. Clinique de l’activité: les affects dans l’autoconfrontation. In: DELEFOSSE, M. S.; CARRAL, M. D. R. Les méthodes qualitatives en psychologie et sciences humaines de la santé. Paris: Dunod, 2017. p.131-151.

BRAIT, B. Análise e teoria do discurso. In: BRAIT, B. (org.). Bakhtin: outros conceitos-chave. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2012. p.09-31.

BRAZÃO, J. C. C. Afecção e afeto em Spinoza e Daniel Stern: considerações clínicas. Ayvu, Rev.Psicol., v.04, n.02, p.77-95, 2018. Disponível em: https://periodicos.uff.br/ayvu/article/view/22240. Acesso em: 11 set. 2020.

CEARÁ. Professor diretor de turma é tema de seminário na AL. 9 set. 2013. Disponível em: https://www.ceara.gov.br/2013/09/09/professor-diretor-de-turma-e-tema-de-seminario-na-al/. Acesso em: 22 jun.2020.

CEARÁ. Secretaria da Educação. Projeto professor diretor de turma – PPDT. 1 mar. 2017. Disponível em: https://www.ceara.gov.br/servicos/?serv=22-educacao/4595-projeto-professor-diretor-de-turma-ppdt. Acesso em: 22 jun.2020.

CEARÁ. Secretaria da Educação. Projeto professor diretor de turma – PPDT. 2018. Disponível em: https://www.seduc.ce.gov.br/projeto-professor-diretor-de-turma-ppdt/. Acesso em: 24 jun.2020.

CLOT, Y. A função psicológica do trabalho. Trad. Adail Sobral. 2.ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2007.

CLOT, Y. Trabalho e poder de agir. Trad. Guilherme João F. Teixeira e Marlene M. Z. Vianna. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2010.

CLOT, Y. A interfuncionalidade dos afetos, das emoções e dos sentimentos: o poder de ser afetado e o poder de agir. In: BANKS-LEITE, L. et al. (orgs.). Diálogos na perspectiva histórico-cultural: interlocuções com a clínica da atividade. Campinas: Mercado de Letras, 2016. p.87-95.

CLOT, Y. L’affectivité en activité. In: BARBIER, J. M.; DURAND, M. Encyclopédie d'analyse des activités. Paris: PUF, 2017. p.877-909.

CLOT, Y.; FAÏTA, D. Genres et styles en analyse du travail: concepts et méthodes. Travailler, n.4, p.7-42, 2000.

CLOT, Y.; FAÏTA, D. Gêneros e estilos em análise do trabalho: conceitos e métodos. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v.25, n.2. p.33-60, mai./ago., 2016.

FARIAS, A. L. G. Análise de diálogos de autoconfrontação: relações dialógicas e transformação na atividade linguageira de professores estagiários de francês sobre sua atividade docente. 2016. 446f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2016. Disponível em: http://www.uece.br/posla/index.php/teses/287-turma-2016. Acesso em: 20 jul. 2017.

FRIEDRICH, J. Lev Vigotski Mediação, aprendizagem e desenvolvimento: uma leitura filosófica e epistemológica. Trad. Anna Rachel Machado e Eliane Gouvêa Lousada. Campinas: Mercado de Letras, 2012.

GUHUR, M. L. P. A significação das emoções em jovens e adultos com deficiência mental: o dialogismo de Bakhtin. CONGRESSO BRASILEIRO MULTIDISCIPLINAR DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 5., 2009. Anais [...]. Londrina, 3-6 nov.2009, p.493-499. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/congressomultidisciplinar/pages/arquivos/anais/2009/060.pdf. Acesso em: 13 mar. 2021.

HUBERMAN, M. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, A. (org.). Vidas de professores. Lisboa: Porto Editora, 1992. p.31-61.

MACHADO, A. R. Trabalho prescrito, planificado e realizado na formação de professores: primeiro olhar. Scripta, v.6, n.11, p.39–53, 2002. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12448. Acesso em: 24 jun.2020.

MAGALHÃES, M. C. C.; OLIVEIRA, W. Vygotsky e Bakhtin/Volochinov: dialogia e alteridade. Bakhtiniana, São Paulo, v.1, n.5, p.103-115, 2011. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/bakhtiniana/article/view/4749. Acesso em: 29 jun.2020.

MARQUES, E. S. A.; CARVALHO, M. V. C. Vivência e afetação na sala de aula: um diálogo entre Vigotski e Espinosa. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v.23, n.41, p.41-50, jan./jun.2014.

MARQUES, E. S. A; CARVALHO, M. V. C. Prática educativa bem-sucedida na escola: reflexões com base em L. S. Vigotski e Baruch de Espinosa. Revista Brasileira de Educação, v.22, n.71, p.1-17, 2017. e227169. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782017227169. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S141324782017000400221&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 15 jun.2020.

MOITA LOPES, L. P.Introdução: uma linguística aplicada mestiça e ideológica – interrogando o campo como linguista aplicado. In: MOITA LOPES, L. P.(org.). Por uma linguística aplicada indisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006. p.13-44.

PRETI, D. Apresentação. In: PRETI, D. (org.). Análise de textos orais. 4. ed. São Paulo: Humanitas Publicações, 1999, p. 7-12.

SANDRÉ, M. Analyser les discours oraux: approche pluridisciplinaire. Paris: Armand Colin, 2013.

SANTOS, N. F. Projeto professor diretor de turma: uma análise da implementação em uma escola pública da rede estadual do Ceará. 2014. 116f. Dissertação. (Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública) – Programa de Pós-Graduação Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2014. Disponível em: http://mestrado.caedufjf.net/projeto-professor-diretor-de-turma-uma-analise-da-implementacao-em-uma-escola-publica-da-rede-estadual-do-ceara/. Acesso em: 24 jun.2020.

SAUSSEZ, F. Le dialogisme bakhtinien, une boîte à outils intellectuels pour comprendre l’activité quotidienne? In: YVON, F.; SAUSSEZ, F. (orgs.). Analyser l’activité enseignante: des outils méthodologuiques et théoriques pour l’intervention et la formation. Québec: Presse de l’Université Laval, 2010. p.181-203.

SOBRAL, A. Ato/atividade e evento. In: BRAIT, B. (org.). Bakhtin: conceitos-chave. São Paulo: Contexto, 2012. p.11-36.

SPINOZA, B. Ética. Trad. Tomaz Tadeu. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2019.

VIEIRA, M.; FAÏTA, D. Quando os outros olham outros de si mesmo: reflexões metodológicas sobre a autoconfrontação cruzada, Polifonia, Cuiabá, n.7, p.27-65, 2003.

VIGOTSKI, L. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Trad. José Cipolla Neto et al., 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

VYGOTSKY, L.S. The genesis of higher mental functions. 1931. s/p.

Disponível em: https://www.marxists.org/archive/vygotsky/works/1931/higher-mental-functions.htm. Acesso em: 22 jul. 2020.

VYGOTSKI, L. Théorie des émotions. Paris: l’Harmattan, 1998.

VYGOTSKI, L. Conscience, inconscient, émotions. 2. ed. Paris: La Dispute/Snédit, 2017.

Publicado
2021-08-03
Como Citar
Moraes, R. M. A. de, Clemente, M. C. T. ., & Bessa, L. P. . (2021). O papel dos afetos na atividade docente: a experiência de um professor diretor de turma de ensino médio. Horizontes, 39(1), e021039. https://doi.org/10.24933/horizontes.v39i1.1279
Seção
Seção Temática: Os desafios do trabalho na contemporaneidade