Leitura multimodal: proposta de ensino híbrido com metodologia de estações rotacionais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v40i1.1287

Resumo

Este artigo analisa os recursos semióticos mobilizados durante as práticas de leitura. Como suporte teórico, adotamos: Christensen, Horn e Staker (2013); Kress e Van Leuween (1998); Kress (1989), Coscarelli e Novais (2010). Trata-se de uma pesquisa-intervenção (ROCHA; AGUIAR, 2003), que propôs estações rotacionais de práticas de leitura. A relevância dessa intervenção consistiu em proporcionar atividades que incentivassem a compreensão de textos multimodais. Os resultados da intervenção mostram que os recursos semióticos nas práticas de leitura foram mobilizados pelo grupo de alunos a partir do reconhecimento de imagens, sons, letras em movimentos, leituras não-lineares de tabelas e quadros, entre outros, em que promoveram a ampliação das produções de sentido durante a leitura dos textos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Viviane Pinheiro, Universidade Federal de Alagoas

Mestranda em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL); Discente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFAL); Grupo de Estudo e Pesquisa em Didáticas de Leitura, da Literatura e da Escrita (Gellite). E-mail: viviane.cs.pinheiro@gmail.com

Adriana Santos, Universidade Federal de Alagoas

Pós-doutora em Ciências da Educação pela Universidade do Porto (Portugal). Doutora e Mestra em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL); Professora Adjunta da Universidade Federal de Alagoas –Brasil; Grupo de Estudo e Pesquisa em Didáticas de Leitura, da Literatura e da Escrita (Gellite). E-mail: adricavalcanty@hotmail.com

Downloads

Publicado

2022-03-25

Como Citar

Pinheiro, V., & Santos, A. (2022). Leitura multimodal: proposta de ensino híbrido com metodologia de estações rotacionais. Horizontes, 40(1), e022003. https://doi.org/10.24933/horizontes.v40i1.1287