As contribuições do estágio supervisionado para a constituição da profissionalidade docente

Denise Filomena Bagne Marquesin, Laurizete Ferragut Passos

Resumo


Esse artigo é um recorte de pesquisa de doutorado e traz como discussão  o papel do estágio supervisionado como espaço privilegiado no processo de formação inicial e de constituição da profissionalidade docente de futuras professoras.  As contribuições de Montero (2001), Goodson (2008) e Shulman (1987) sobre conhecimentos profissionais e profissionalidade docente, bem como as contribuições de Passegi (2010) sobre o papel das narrativas na formação indicaram que os significados e as conquistas alcançadas durante a participação no estágio fazem parte da compreensão sobre os conhecimentos necessários para o exercício da docência. O artigo traz as análises das narrativas de cinco alunas do curso de Pedagogia decorrentes do estágio junto às professoras das séries iniciais nas aulas de matemática. O compartilhamento das narrativas evidenciou o potencial formativo dos estágios associado a sua possibilidade de afetar o processo de constituição da profissionalidade docente dos futuros professores.

 


Palavras-chave


Profissionalidade docente; Conhecimentos Profissionais; Formação Inicial; Narrativas.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de et al. Os saberes e o trabalho do professor formador num contexto de mudanças. In: ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO – ANPED, 33., Caxambu. Anais. Caxambu, 2010.

BOURDONCLE, Raymond. La professionnalisation des enseignants: analyses sociologiques anglaises et américaines. Revue Française de Pédagogie, Paris, n. 94, jan./mar. 1991.

BRASIL. Decreto-Lei n.9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, seção 1, p. 27839, 23 dez. 1996.

COCHRAN-SMITH, Marilyn; LYTLE, Susan L. Relationships of Knowledge and Practice: teacher learning in communities. Review of Research in Education, USA, n. 24, p. 249–305, 1999.

CONNELLY, F. Michael; CLANDININ, D. Jean. Relatos de experiencia e investigación narrrativa. In: LARROSA, Jorge et al. Déjame que te cuente: ensayos sobre narrativa y educación. Barcelona: Editorial Laertes. 1995. p. 15-59.

GATTI, Bernardete A.; BARRETO, Elba S.Sá; ANDRÉ, Marli Políticas docentes no Brasil. Brasília:unesco, 2011.

GAUTHIER, Clermont. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí, RS: Editora UNIJUÍ, 1998.

GOODSON, Ivor. Conhecimento e vida profissional: estudos sobre a educação e mudança. Porto: Porto Editora, 2008. p. 209-222.

GROENWALD, Claudia Lisete Oliveira; Cadernos Universitários: Estágio Supervisionado em Matemática I. Canoas: Editora ULBRA, 2005.

MIZUKAMI, Maria da Graça N. Aprendizagem da docência: algumas contribuições de L. S. Shulman. Educação – Revista do Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, v. 29, n. 22, p. 8-22, 2004. Disponível em: . Acesso em: maio 2010.

MONTERO, Lourdes. La construcción del conocimiento profesional del profesor Lisboa: Instituto Piaget, 2001.

MOURA, Manoel Oriosvaldo. A atividade de ensino como ação formadora. In: CASTRO, Amélia Domingues; CARVALHO, Anna Maria Pessoa de (Org.). Ensinar a ensinar: Didática para a Escola Fundamental e Média. São Paulo: Pioneira; Thomson Learning, 2001. Cap. 8, p. 143-162.

PASSEGI, Maria da Conceição. Narrar é humano! Autobiografar é um processo civilizatório. In: PASSEGI Maria da Conceição; SILVA, Vivian Batista (Org.). Invenções de vida, compreensão de itinerários e alternativas de formação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. p. 103-130.

PIMENTA, Selma Garrido. Professor reflexivo: Construindo uma crítica. In: PIMENTA, Selma Garrido; GHEDIN, Evandro. Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Papirus, 2001. p. 17-52.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2004.

SANMAMED, Mercedes; ABELEDO, Eduardo J. F. El practicum en el aprendizaje de la profesión docente. Revista Educación, n. 354, enero-abr., p. 47-70, 2011.

SILVA JÚNIOR, Celestino. Fortalecimento das políticas de valorização docente: proposição de novos formatos para cursos de Licenciatura para o estado da Bahia. Brasília: CAPES, UNESCO, 2010.

SHULMAN, Lee. Knowledge and teaching: Fundations of the new reform. Harvard Educational Review, v. 57, n. 1, p. 1-22, 1987.




DOI: https://doi.org/10.24933/horizontes.v33i1.148

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Horizontes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Universidade São Francisco
CNSP-ASF | Casa de Nossa Senhora da Paz - Ação Social Franciscana

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia