A teoria na prática é outra? Constituindo-se professoras de matemática dos primeiros anos do ensino fundamental

Autores

  • Maria Auxiliadora Bueno Andrade Megid Pontifícia Universidade Católica de Campinas PUC-Campinas

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v31i1.16

Resumo

O presente artigo traz considerações relacionadas a uma investigação realizada a partir da configuração de um grupo colaborativo que se reuniu durante um semestre para a discussão de aspectos relacionados ao ensino de matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Dele participaram a pesquisadora e duas professoras recém-egressas do curso de Pedagogia. Durante dez encontros e a partir da escrita e socialização de narrativas, foram discutidas e analisadas as práticas das professoras em seus primeiros anos de atuação após o término do curso. Verificou-se que o trabalho solitário e a falta de interlocutores no interior da escola, são empecilhos para que os aspectos estudados na Pedagogia estejam presentes nas ações docentes. A possibilidade de participação em grupo colaborativo fortalece as concepções das professoras relacionadas a como se ensina e a como o aluno aprende matemática, ampliando o repertório de práticas favorecendo o professor a sentir-se seguro em suas ações.

Palavras-chave: Formação de Professores; Ensino aprendizagem de matemática; Anos Iniciais do Ensino Fundamental.
 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-06-30

Como Citar

Megid, M. A. B. A. (2013). A teoria na prática é outra? Constituindo-se professoras de matemática dos primeiros anos do ensino fundamental. Horizontes, 31(1). https://doi.org/10.24933/horizontes.v31i1.16