Avaliação externa como impulso para a melhoria das intervenções pedagógicas

Dulcelina da Luz Pinheiro Frasseto, Inês Odorizzi Ramos

Resumo


O presente artigo relata a pesquisa realizada em uma escola da região de Joinville, Santa Catarina, com o objetivo de identificar os possíveis fatores que influenciaram o aumento da nota na Prova Brasil, o que resultou
também no aumento da média do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica–IDEB, da referida instituição. Esse índice tem como objetivo principal avaliar os estudantes da rede pública, usando como referenciais dois indicadores calculados pelo desempenho obtidos pelos alunos na Prova Brasil e nas informações do censo escolar quanto às taxas de aprovação. Para análise neste artigo, utilizaremos apenas o quantitativo da Prova Brasil, resultado aferido aos alunos pela avaliação realizada, fazendo algumas considerações acerca do outro indicador, o de aprovação.  A pesquisa configurou-se na realização e aplicação de um questionário dirigido ao corpo docente da unidade escolar, com perguntas sobre as mudanças significativas ocorridas na escola, nos anos
de 2010 e 2011, períodos em que sucederam a última Prova Brasil, que os participantes acreditam ter contribuído para o aumento expressivo da média do IDEB. Constatamos também que essas mudanças trouxeram melhorias no processo de aprendizagem dos alunos inseridos nesse processo.
Palavras Chaves: Avaliação externa; Aprendizagem; Estratégias Pedagógicas.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24933/horizontes.v31i2.3

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Horizontes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Universidade São Francisco
CNSP-ASF | Casa de Nossa Senhora da Paz - Ação Social Franciscana

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia