Acervo Memória Estatística do Brasil: O que revela sobre a expansão do ensino primário (Santa Catarina,1870-1929)?

Autores

  • Dilce Schüeroff Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Vera Lucia Gaspar Silva

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v36i1.492

Resumo

Objetivo do presente texto é apresentar dados e tecer algumas análises sobre a expansão do ensino primário catarinense entre 1870 e 1929. Compõem o conjunto de fontes consultadas relatórios, mensagens, fallas, synopse dos presidentes da província e do governador do estado de Santa Catarina. Os dados apresentados ajudam a aprofundar a reflexão sobre a historiografia da educação catarinense, que tem construído uma memória com ênfase na escola normal e nos grupos escolares, com pouca visibilidade para as instituições responsáveis pela escolarização da maior parte das crianças e pela formação de seus professores, as escolas isoladas e as escolas complementares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dilce Schüeroff, Universidade do Estado de Santa Catarina

Graduada em História (2006) e Pedagogia (2017) pela Universidade do Estado de Santa Catarina e Mestra em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2009). Realizo pesquisa em História da Educação.

Downloads

Publicado

2018-04-30

Como Citar

Schüeroff, D., & Silva, V. L. G. (2018). Acervo Memória Estatística do Brasil: O que revela sobre a expansão do ensino primário (Santa Catarina,1870-1929)?. Horizontes, 36(1), 209–221. https://doi.org/10.24933/horizontes.v36i1.492