Impactos da indisciplina no currículo: implicações para os contextos de ensino e aprendizagem

Autores

  • Flávio Fernando de Souza Universidade Tuiuti do Paraná (UTP)

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v31i2.5

Resumo

Neste estudo teórico, objetiva-se compreender de que formas a indisciplina impacta as decisões dos professores sobre o currículo e as implicações disso para os contextos de ensino e aprendizagem. Parte-se da compreensão de currículo como prática construída histórica e socialmente, um campo marcado pelo conflito, especialmente modelado pelos professores a partir dos confrontos com as indisciplinas dos alunos. Têm-se como referencial teórico os estudos de Sacristán, Arroyo, Garcia, Moreira, Candau e Silva, com base em que se analisa a relação entre indisciplina e currículo. Como contraponto, analisam-se os achados de uma investigação (ENNIS, 1996) sobre os efeitos da indisciplina na prática de professores, a partir do que se conclui a convergência entre o contexto da sala de aula e suas implicações na prática docente e, consequentemente, na aprendizagem dos alunos, em decorrência de como os professores interpretam os significados da indisciplina e a ela reagem na (re)elaboração de sua prática.
Palavras-chave: Educação; Currículo; Indisciplina; Professores; Ensino e Aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávio Fernando de Souza, Universidade Tuiuti do Paraná (UTP)

Graduado em Filosofia (USF). Estudos de Teologia, Música e Organização do Trabalho Pedagógico. MBA em Gestão de Instituições de Educação Básica. Mestrando em Educação pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP), bolsista CNPq, com pesquisa sobre Currículo e Indisciplina Escolar.

Downloads

Publicado

2013-12-30

Como Citar

Souza, F. F. de. (2013). Impactos da indisciplina no currículo: implicações para os contextos de ensino e aprendizagem. Horizontes, 31(2). https://doi.org/10.24933/horizontes.v31i2.5