Século XXI – Da educação das certezas à educação na incerteza: um estudo introdutório

Autores

  • Vanderlei Smaniotto Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)
  • Ireno Antônio Berticelli Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ)

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v36i2.529

Resumo

Este artigo tem como objetivo elucidar a compreensão filosófica da educação sob as condições do que Zygmunt Bauman denomina modernidade líquida. Aproximamos ciência e educação modernas que, historicamente, se fundaram nas certezas, com suas propostas de ideais duradouros e sólidos pretensamente garantidos por modelos físico-matemáticos. É um olhar sobre a ciência e sobre a educação, numa conjuntura de fluidez e incertezas, para analisar as relações, no horizonte da crise e das incertezas que atinge a ambas na contemporaneidade. Esperamos é situar os processos educacionais no contexto de compreensão do que se denomina correntemente de pós-modernidade ou modernidade líquida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanderlei Smaniotto, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Mestre em Educação pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ). Docente em cursos de Educação na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).

Ireno Antônio Berticelli, Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ)

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Docente no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação (Mestrado em Educação) e docente no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Saúde (Doutorado em Ciências da Saúde) da Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ).

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2018-08-12

Como Citar

Smaniotto, V., & Berticelli, I. A. (2018). Século XXI – Da educação das certezas à educação na incerteza: um estudo introdutório. Horizontes, 36(2), 133–141. https://doi.org/10.24933/horizontes.v36i2.529

Edição

Seção

Artigos