A educação escolar prisional no Brasil sob ótica multicultural: identidade, diretrizes legais e currículos

Autores

  • Odair França de Carvalho Universidade Federal de Uberlândia-MG e Universidade Autônoma de Barcelona
  • Selva Guimarães Universidade Federal de Uberlândia –Uberlândia-MG.

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v31i2.6

Resumo

Este artigo busca refletir sobre a constituição do espaço escolar na prisão. Primeiramente apresentamos os marcos legais da Educação de Jovens e Adultos Presos. Em seguida as especificidades da educação prisional perante a diversidade dos sujeitos. E por fim refletimos sobre a identidade da educação prisional e possibilidades de construção de um currículo. Conclui-se que a educação no ambiente prisional talvez seja uma das oportunidades reais de prática ressocializadora na medida em que oferece ao aluno outras probabilidades na reconstrução da sua identidade e de resgate da cidadania do homem preso.
Palavras-chaves: Educação de Jovens e Adultos; Identidade; Legislação; Currículo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Odair França de Carvalho, Universidade Federal de Uberlândia-MG e Universidade Autônoma de Barcelona

Doutorando em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia-MG, Brasil e doutorado sanduíche pela Universidade Autônoma de Barcelona - Bolsista CAPES-DMS e PDSE – Barcelona – Espanha.

Selva Guimarães, Universidade Federal de Uberlândia –Uberlândia-MG.

Professora da Faculdade de Educação e do Programa de pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia –Uberlândia-MG.

Downloads

Publicado

2013-12-30

Como Citar

Carvalho, O. F. de, & Guimarães, S. (2013). A educação escolar prisional no Brasil sob ótica multicultural: identidade, diretrizes legais e currículos. Horizontes, 31(2). https://doi.org/10.24933/horizontes.v31i2.6