Práticas sociais híbridas: contribuições para os estudos curriculares em Educação Matemática

Autores

  • Marcio Antonio da Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Campo Grande, MS)

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v30i2.64

Palavras-chave:

Educação Matemática, Currículo de Matemática, Hibridação

Resumo

Neste artigo, discute-se, na perspectiva teórica curricular pós-crítica, a impossibilidade de pensar em práticas sociais universais que possam gerar prescrições curriculares centralizadoras que orientem ações a serem efetivadas nas escolas, não considerando a incerteza e a diversidade das práticas educativas, sociais e culturais. Utiliza-se o conceito de hibridação para argumentar que as próprias prescrições curriculares apresentam discursos híbridos que necessitariam de uma maior investigação, pois representam misturas e
construções que defendem correntes teóricas distintas, algumas até antagônicas. Por fim, são encaminhadas
considerações no sentido de buscar formas de atenuar esse imenso hiato entre as teorias contemporâneas e a
“prática” curricular.
Palavras-chave: Educação Matemática; Currículo de Matemática; Hibridação.

Abstract

Hybrid social practices: contributions to curriculum studies in Mathematics Education In this paper, we discuss in theoretical perspective post-critical curricular theory, inability to think in
universal social practices that generate prescriptions centralized curriculum to guide actions to be effected in
schools, not considering the uncertainty and diversity of educational practices, socials and culturals. We use
the concept of hybridization to argue that curricular prescriptions have hybrid discourses that would require
further investigation because they represent mixtures and buildings that advocate different theoretical currents, some even antagonistic. Finally, considerations are directed towards finding ways to mitigate this huge gap between contemporary theories and "practical" curriculum.
Keywords: Mathematics Education; Mathematics Curriculum; Hybridization.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcio Antonio da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Campo Grande, MS)

Licenciado em Matemática (Universidade de São Paulo, 1998), mestre em Educação Matemática (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2004) e doutor em Educação Matemática (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2009). Atualmente é Professor Adjunto, lotado no Centro de Ciências Exatas e Tecnologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Campo Grande, MS), professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática e do Programa de Pós-Graduação em Educação, na mesma instituição. Também é líder do GP100 (GPCEM – Grupo de Pesquisa Currículo e Educação Matemática), criado em agosto de 2012.

Downloads

Publicado

2012-07-01

Como Citar

Silva, M. A. da. (2012). Práticas sociais híbridas: contribuições para os estudos curriculares em Educação Matemática. Horizontes, 30(2). https://doi.org/10.24933/horizontes.v30i2.64