Meios auxiliares e caminhos alternativos: o aluno com autismo e a prática pedagógica

Autores

  • Emilene Coco dos Santos Prefeitura Municipal de Vitória - ES
  • Ivone Martins de Oliveira Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v36i3.692

Resumo

Este trabalho analisou as possibilidades do uso de meios auxiliares e caminhos alternativos na intervenção pedagógica realizada em uma turma do primeiro ano do ensino fundamental que tinha, entre seus alunos, um menino com autismo. Utilizou, como suporte teórico, a perspectiva histórico-cultural. Constatou que as ações diferenciadas da prática pedagógica se orientaram em duas direções: aspectos organizativos da escola, que procuravam garantir os apoios necessários ao professor regente e ao aluno; ações voltadas especificamente para os processos de ensino e de aprendizagem. Concluiu que investir em ações diversificadas, em colaboração intensiva com a criança e significativas para ela, é um caminho importante para tracionar seu desenvolvimento cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emilene Coco dos Santos, Prefeitura Municipal de Vitória - ES

Professora da Prefeirtura Municipal de Vitória

Ivone Martins de Oliveira, Universidade Federal do Espírito Santo

Professora do Departamento de Teorias do Ensino e Práticas Educacionais e do Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo

Downloads

Publicado

2018-12-07

Como Citar

Santos, E. C. dos, & Oliveira, I. M. de. (2018). Meios auxiliares e caminhos alternativos: o aluno com autismo e a prática pedagógica. Horizontes, 36(3), 121–133. https://doi.org/10.24933/horizontes.v36i3.692