Nietzsche e Bernhard: viver em tempos de morte de deus…

Vilmar Martins

Resumo


O presente texto reflete sobre a condição humana, motivado por três percepções radicais: a fala de Sileno conforme nos apresenta Nietzsche em O nascimento da tragédia; o interdito do absoluto presente na concepção de Nietzsche de que deus morreu e por fim o diagnóstico da condição humana de acordo com Thomas Bernhard na obra Origem. O objetivo é partir de percepções extremas para assim aproximar-se de condições de possibilidades para bem conviver com nossa condição humana, sustentando a hipótese que o cultivo de si e a formação são elementos capazes de elevar a vida em tempos de morte de deus.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24933/horizontes.v37i0.701

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Horizontes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Universidade São Francisco
CNSP-ASF | Casa de Nossa Senhora da Paz - Ação Social Franciscana

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia