Momento escola, momento ócio: as muitas faces do desenvolvimento humano

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v36i3.712

Resumo

Este artigo apresenta reflexões a respeito das possibilidades de desenvolvimento cultural de alunos com Transtorno do Espectro Autista, não claramente explícitas em ambiente escolar. Para isso, analisa ocorrências em situações diferentes de uma mesma criança com diagnóstico de TEA: na escola e em situação de ócio, sob a luz da perspectiva histórico-cultural. O material para análise foi fornecido pela família do aluno especificamente para este estudo. Conclui-se que a escola tem ignorado possibilidades de desenvolvimento dos alunos, já expressos em situações fora da instituição escolar, e a perspectiva utilitarista presente na organização atual das instituições escolares contribui para manutenção dessa situação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mônica de Carvalho Magalhães Kassar, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas (1983), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1993) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1999). Realizou estágios de pós-doutorado na Universidad de Alcalá (2005) e na Universidade Estadual de Campinas (2011). Atualmente, realiza estágio pós-doutoral na Universidade de Lisboa. É colaboradora do Centro de Estudos em Educação e Sociedade (CEDES) e professora associada da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em educação especial.

Downloads

Publicado

2018-12-07

Como Citar

Kassar, M. de C. M. (2018). Momento escola, momento ócio: as muitas faces do desenvolvimento humano. Horizontes, 36(3), 134–144. https://doi.org/10.24933/horizontes.v36i3.712