A educação a distância na autoavaliação da Universidade Federal de Goiás – um estudo bibliográfico e documental

Resumo

Este estudo busca compreender como a educação a distância (EaD) é representada na autoavaliação institucional na Universidade Federal de Goiás (UFG), a partir da análise de instrumentos avaliativos. A pesquisa desenvolvida é do tipo qualitativa, bibliográfica e documental. A coleta de dados se deu por meio dos documentos disponibilizados pela UFG, por meio da Comissão de Avaliação Institucional (Cavi), em seu site. O período pesquisado engloba os anos de 2006 a 2018. O resultado indica que o desenvolvimento da institucionalização da EaD no âmbito da Universidade ainda está em construção, uma vez que a autoavaliação realizada não contempla as suas especificidades, dificultando o diagnóstico e aprimoramento da modalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Flávia Magalhães Freire, Universidade Federal de Goiás
Mestre em Educação pela UFG.
Wendy Caldeira de Souza, Universidade Federal de Goiás
Graduada em Pedagogia pela UFG.
Daniela da Costa Britto Pereira Lima, Universidade Federal de Goiás
Docente na Faculdade de Educação da UFG.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Portaria nº 2.117, de 06 de dezembro de 2019. Dispõe sobre a oferta, por Instituições de Educação Superior – IES, de disciplinas na modalidade a distância em cursos de graduação presencial. Brasília, DF: Presidência da República, Casa Civil, Subchefia para Assuntos Jurídicos, 2018. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/57496468/do1-2018-12-31-portaria-n-1-428-de-28-de-dezembro-de-2018-57496251. Acesso em: 29 jan.2019.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Portaria nº 1.428, de 28 de dezembro de 2018. Dispõe sobre a oferta, por Instituições de Educação Superior – IES, de disciplinas na modalidade a distância em cursos de graduação presencial. Brasília, DF: Presidência da República, Casa Civil, Subchefia para Assuntos Jurídicos, 2018. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/57496468/do1-2018-12-31-portaria-n-1-428-de-28-de-dezembro-de-2018-57496251. Acesso em: 29 jan.2019.

BRASIL. Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: Presidência da República, Casa Civil, Subchefia para Assuntos Jurídicos, 2017a. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Decreto/D9057.htm. Acesso em: 18 jul. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Portaria Normativa nº 11, de 20 de junho de 2017. Estabelece normas para o credenciamento de instituições e a oferta de cursos superiores a distância, em conformidade com o Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017. Brasília, DF: Presidência da República, Casa Civil, Subchefia para Assuntos Jurídicos, 2017b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=66431-portaria-normativa-11-pdf&category_slug=maio-2017-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 18 jul.2018.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Superior. Resolução nº 1, de 11 de março de 2016. Estabelece Diretrizes e Normas Nacionais para a Oferta de Programas e Cursos de Educação Superior na Modalidade a Distância. 2016. Disponível em: https://www.unesp.br/nead/Home/regulamentacao/07112016_ead_resolucao_n_1_11032016.pdf. Acesso em: 18 jul. 2018.

BRASIL. Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, Casa Civil, Subchefia para Assuntos Jurídicos, 2004. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/lei/l10.861.htm. Acesso em: 18 jul. 2018.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Lei de Diretrizes e Bases da Educação - LDB. Brasília, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 18 jul. 2018.

DEPRESBITERIS, L. Auto-avaliação das instituições de ensino superior. Estudos em Avaliação Educacional, v.16, n.32, p.7-24, 2005. Disponível em: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/eae/article/view/2133. Acesso em: 18 jul. 2018.

FREIRE, F. M. Trajetória e mecanismos da autoavaliação institucional de cursos da modalidade a distância na Universidade Federal de Goiás. 206 p. Dissertação (Mestrado em Educação) –Universidade Federal de Goiás, 2018.

GALDINO, M. N. D. A autoavaliação institucional no ensino superior como instrumento de gestão. Rio de Janeiro: Fundação Cesgranrio/Universidade do Grande Rio, 2011. Disponível em: http://unigranrio.com.br/_docs/cpa/autoav-inst-ensino-sup-instr-gestao-mary-galdino.pdf. Acesso em: 18 jul. 2018.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA – INEP. Sinopse estatística da educação superior 2018. Brasília: Inep.2019. Disponível em http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior. Acesso em 30 dez. 2019.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, E. M.. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

LIMA, D. C. B. P. Produto 02 - documento técnico contendo estudo analítico do processo de expansão de EaD ocorrido no período 2002-2012, particularmente no que se refere aos cursos de formação de professores nas IES públicas e privadas. Projeto Conselho Nacional de Educação/UNESCO de Desenvolvimento, aprimoramento e consolidação de uma educação nacional de qualidade – Educação a distância na educação superior. 2014. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=16511-produto-02-estudo-processo&Itemid=30192. Acesso em: 18 jul. 2018.

MAIA, C.; MATTAR, J. ABC da EaD. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

MOORE, M. G.; KEARSLEY, G. Educação a distância: uma visão integrada [Edição especial da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed)]. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

PETERS, O. A educação a distância em transição. Trad. Ilson Kayser. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2004.

POLIDORI, M. M; MARINHO-ARAUJO, C. M.; BARREYRO, G. B. Sinaes: perspectivas e desafios na avaliação da educação superior brasileira. Educação, Rio de Janeiro, v.14, n.53, p.425-436, out./dez. 2006.

SILVA, E. L; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertações. Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, 2001.

SOBRINHO, J. D. Avaliação e transformações da educação superior brasileira (1995-2009): do Provão ao Sinaes. Revista da Avaliação da Educação Superior. São Paulo, v.15, n.1, p.195-224, mar. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/aval/a/SkVnKQhDyk6fkNngwvZq44c/abstract/?lang=pt. Acesso em: 18 jul. 2018.

SOBRINHO, J. D. Qualidade, avaliação: do SINAES a índices. Avaliação, Campinas/Sorocaba, v.13, n.3, p.817-825, nov.2008. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/2191/219114874011.pdf. Acesso em: 18 jul. 2018.

SOUZA, W. C.; BORGES, L. C.; LIMA, D. C. B. P. Levantamento bibliográfico sobre a autoavaliação institucional na educação a distância. In: SANTOS, C. A.; LIMA, D. C. B. P.; NOGUEIRA, D. X. P. (org.). Institucionalização da educação superior a distância nas universidades federais da região Centro-Oeste: temáticas em questão. Brasília, DF: Editora da UnB, 2021, p.255-268.

UFG. Comissão de Avaliação Institucional (Cavi). Instrumentos de avaliação. 2017a. Disponível em: https://cavi.prodirh.ufg.br/p/742-instrumentos-de-avaliacao. Acesso em: 18 jul.2018.

UFG. Comissão de Avaliação Institucional (Cavi). Projeto de avaliação institucional da UFG. 2017b. Disponível em: https://cavi.prodirh.ufg.br/n/5447-projeto-de-avaliacao-institucional-ufg. Acesso em: 15 set. 2017.

UFG. Comissão de Avaliação Institucional (Cavi). Portaria nº 5.126, de 6 de setembro de 2016. Revogar os termos da portaria nº 3815, para designar uma comissão com a finalidade de dar continuidade aos trabalhos da CPA/CAVI. 2016a. Disponível em: https://cavi.prodirh.ufg.br/up/65/o/Portaria-Cavi-2016.pdf. Acesso em: 18 jul. 2018.

UFG. Comissão de Avaliação Institucional (Cavi). Relatório [parcial] de avaliação institucional da UFG: 2015-2017. 2016b. Disponível em: https://cavi.prodirh.ufg.br/up/65/o/RAI_2015-2017_Parcial_2015_Atualizado.pdf. Acesso em: 18 jul. 2018.

UFG. Comissão de Avaliação Institucional (Cavi). Projeto de avaliação institucional: renovação e integração. 2016c. Disponível em: https://cavi.prodirh.ufg.br/up/65/o/Novo_Projeto_AI_.pdf. Acesso em:18 jul. 2018.

UFG. Comissão de Avaliação (Cavi). Resolução Consuni nº 14/2009. Alterar a Resolução Consuni nº 01/2005, que cria a Comissão Própria de Avaliação – CPA, da UFG e dá outras providências. 2009. Disponível em: https://cavi.prodirh.ufg.br/up/65/o/Resolucao_CONSUNI_2009_0014.pdf. Acesso em: 18 jul. 2018.

Publicado
2021-11-22
Como Citar
Freire, F. M., Souza, W. C. de, & Lima, D. da C. B. P. (2021). A educação a distância na autoavaliação da Universidade Federal de Goiás – um estudo bibliográfico e documental. Horizontes, 39(1), e021058. https://doi.org/10.24933/horizontes.v39i1.937