Uma análise de um texto prescritivo de uma universidade pública: a assessoria pedagógica universitária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24933/horizontes.v40i1.963

Resumo

Este trabalho tem como objetivo apresentar os resultados de uma análise de um documento institucional de uma universidade pública por meio da abordagem do Interacionismo Sociodiscursivo (ISD) e dos gêneros textuais. O documento analisado apresenta as atribuições da assessoria pedagógica universitária dessa instituição e é caracterizado como um texto prescritivo. A fim de identificar as características do agir do assessor pedagógico universitário de um contexto particular de ensino, de acordo com um texto prescritivo específico, este trabalho aborda pressupostos teóricos de autores como Machado (2007), Ferreira (2012), Broilo (2015), entre outros. Os resultados mostram que o texto prescritivo analisado apresenta informações muito genéricas sobre o papel do assessor pedagógico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaqueline Antonello, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)

Mestranda em Educação.

Siderlene Muniz-Oliveira, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Doutora em Letras, docente da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Referências

ALENCAR, M. A. O trabalho prescrito para o professor da educação profissional em Mato Grosso: uma questão de gênero. In: LOUSADA, E. G. et al. (org.). Diálogos brasileiros no estudo de gêneros textuais/discursivos. Araraquara: Letraria, 2016, p.901-914.

BROILO, C. L. Assessoria pedagógica na universidade: (con)formando o trabalho docente. São Paulo: Junqueira & Marin, 2015.

BRONCKART, J. P. O agir nos discursos: das concepções teóricas às concepções dos trabalhadores. Campinas: Mercado de Letras, 2008.

CARRASCO, L. B. Z.; XAVIER, A. R. C.; AZEVEDO; M. A. R. Assessoria pedagógica ao docente universitário: uma carreira em construção. Revista Brasileira de Orientação Profissional, Rio Claro, v.19, n.2, p.209-219, 2018. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rbop/v19n2/09.pdf. Acesso em 28 jul. 2020.

CLOT, Y. A função psicológica do trabalho. Trad. Adail Sobral. 2. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2006.

FERREIRA, G. G. O agir docente em textos prescritivos: uma análise do nível organizacional dos conteúdos básicos comuns de LE do estado de Minas Gerais. Revista InterteXto, v.5, n.2, p.1-17, 2012. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/intertexto/article/view/327. Acesso em: 21 jun.2019.

FRIGOTTO, G. A dupla face do trabalho: criação e destruição da vida humana. In: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M. (org.). A experiência do trabalho e a educação básica. Rio de Janeiro: DP&A, 2002, p.11-27.

JACOB, A. E.; DIOLINA, K.; BUENO, L. Os gêneros orais na penúltima versão da Base Nacional Comum Curricular: implicações para o ensino. Horizontes, Bragança Paulista, v.36, n.1, p.85-104, jan./abr. 2018. Disponível em: https://www.ufjf.br/projetodeoralidade/files/2018/06/BNCC-Bueno.pdf. Acesso em: 03 ago. 2020.

MACHADO, A. R. Por uma concepção ampliada do trabalho do professor. In: GUIMARÃES, A. M. M.; MACHADO, A. R.; COUTINHO, A. (org.). O interacionismo sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. São Paulo: Mercado das Letras, 2007, p.72-97.

MACHADO, A. R.; BRONCKART, J-P. Procedimentos de análise de textos sobre o trabalho educacional. In: MACHADO, A. R. (org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: Eduel, 2004, p.251-262.

MACHADO, A. R.; LOUSADA, E. G. A apropriação de gêneros textuais pelo professor: em direção ao desenvolvimento pessoal e à evolução do “métier”. Linguagem em (Dis)curso, Palhoça, v.10, n.3, p.619-633, set./dez. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ld/a/C4dChVcyCfGBgbyLCFMkrVv/abstract/?lang=pt. Acesso em: 20 mar. 2022.

MUNIZ-OLIVEIRA, S. O trabalho docente no ensino superior: múltiplos saberes, múltiplos fazeres do professor de pós-graduação. Campinas: Mercado de Letras, 2015.

SOARES, M. E. C. O texto prescritivo como produto da atividade de linguagem: análise dos tipos de agir e dos tipos de discurso na Resolução nº 36/98. Revista DLCV: Língua, Linguística & Literatura, João Pessoa, v.9, n.1, p.9-19, jan/jun 2012. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/dclv/article/view/10053/7850. Acesso em: 25 fev. 2022.

UNIOESTE. Resolução n° 116/2012. Aprova a criação da assessoria especial de direção de campus da Unioeste. COU: Cascavel, 2012.

UNIOESTE. Plano de Desenvolvimento Institucional 2013-2017. COU: Cascavel, 2013.

UNIOESTE. Plano Diretor da Unioeste: período 2017-2026. COU: Cascavel, 2017.

UNIOESTE. Resolução nº 105/2018. Aprova o Plano de Desenvolvimento Institucional 2019-2023. COU: Cascavel, 2018.

Downloads

Publicado

2022-05-31

Como Citar

Antonello, J., & Muniz-Oliveira, S. (2022). Uma análise de um texto prescritivo de uma universidade pública: a assessoria pedagógica universitária. Horizontes, 40(1), e022009. https://doi.org/10.24933/horizontes.v40i1.963