A docência na educação de jovens e adultos: limites e possibilidades da atuação docente

Resumo

As possibilidades de atuação do professor na alfabetização e na escolarização de jovens e adultos não alfabetizados, que retornam ou ingressam ao ambiente escolar pela modalidade de Educação de Jovens e Adultos, constitui o tema central da pesquisa relatada. Por meio de uma pesquisa bibliográfica, o artigo discute as possibilidades de atuação docente e o seu papel não apenas no que se refere ao ensino de conceitos científicos, mas, também, no aspecto social em que os educandos buscam emancipação e participação efetiva em sociedade, por meio da escolarização. O estudo possibilita verificar que o docente tem papel fundamental na educação de jovens e adultos, tanto na mediação do conhecimento científico, como  na apresentação de um compromisso ético e social com esses educandos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Referências

ANDRADE, E. R. Os jovens da EJA e a EJA dos jovens. In: OLIVEIRA, I. B.de; PAIVA, J. (Org.). Educação de jovens e adultos. Rio de Janeiro: DP&A, 2004. p. 43- 54.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Ministério da Educação: CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, Brasília, 2017.

_______. Conselho Estadual de Educação. Secretaria da educação: Curitiba. 2006.

_______. Lei n. 9394/1996 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: Ministério da Educação, 1996.

_______. MEC. Documento Base Nacional. Desafios da Educação de Jovens e Adultos no Brasil: Sujeitos da Educação de Jovens e Adultos. Brasília, 20 de março de 2008.

_______. Ministério de Educação e Cultura. Parecer ceb 11/2000. Diretrizes curriculares nacionais para a educação de jovens e adultos. Brasília: MEC, 2000.

_______. Lei n.13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF., 26 jun 2014.

CURY, Augusto Jorge. Pais brilhantes, professores fascinantes. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.

DI PIERRO, Maria Clara, JOIA, Orlando, RIBEIRO, Vera Maria Masagão. Visões da educação de jovens e adultos no Brasil. In: Cadernos CEDES, Campinas, v. 21, n. 55, p. 58-77, nov. 2001.

DIAS, F. V. et. al. Sujeitos de mudanças e mudanças de sujeitos: as especificidades do público da educação de jovens e adultos. In: SOARES, L. (Org.). Aprendendo com a diferença: estudos e pesquisas em educação de jovens e adultos. Belo Horizonte: Autêntica, 2011, p. 49-82.

DURANTE, M. Alfabetização de adultos: Leitura e Produção de Textos. Porto Alegre: Grupo A, 1998.

_______. Alfabetização em processo. 21. ed. São Paulo: Cortez, 2015.

FREIRE. Educação e Mudança. 12. Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

_______. Sobre educação. Vol.1. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1982.

_______. Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e terra, 1996.

_______. Paulo. Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar. São Paulo: Editora Olho d’água, 1997.

_______. A importância do ato de ler. 41. ed. São Paulo: Cortez, 2001

_______. Política e educação: ensaios. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

HADDAD, Sérgio; DI PIERRO, Maria Clara. Escolarização de jovens e adultos. Revista Brasileira de Educação, n. 14, p. 108- 130, maio/ago. 2000.

KUENZER, A. Z. Ensino Médio: construindo uma proposta para os que vivem do trabalho. São Paulo: Cortez, 2002.

MACIEL, K.F. O pensamento de Paulo Freire na trajetória da educação popular. Educação em Perspectiva, Viçosa, v. 2, n. 2, p. 326-344, 2011.

MARTINELLI, S. C. Um estudo sobre desempenho escolar e motivação. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 53, p. 201-216, jul./set. 2014.

MORAN, José Manuel; MASETTO, Marcos T. e BEHRENS, Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas, SP : Papirus, 2000.

OLIVEIRA, M.K. Jovens e adultos como sujeitos de conhecimento e aprendizagem. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, v. 12, p. 59-73, 1999.

OLIVEIRA, I. B. de. Reflexões acerca da organização curricular e das práticas pedagógicas na EJA. In: Revista Educar, n.º 29, pp. 83-100, 2007.

PAIVA, J. Educação de Jovens e Adultos: direito, concepções e sentidos. Tese de Doutoramento em Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense. Niterói: UFF, 2005.

SCHWARTZ, S. Alfabetização de Jovens e Adultos. 2. ed. Petrópolis: Vozes: 2012.

SHIMAZAKI, E. M.; CÁRNIO, M. S. Letramento e alfabetização das pessoas com deficiência intelectual. Revista Teoria e Prática da Educação, v. 14, n. 1, p. 143-151, jan./abr. 2011.

VISCA, Jorge. O diagnóstico operatório na pratica psicopedagógica. São José dos Campos: Pulso, 2008.

Publicado
2020-12-30
Como Citar
Marchesoni, L. B., Caetano Auada, V. G., & Shimazaki, E. M. (2020). A docência na educação de jovens e adultos: limites e possibilidades da atuação docente. Horizontes, 38(1), e020069. https://doi.org/10.24933/horizontes.v38i1.992
Seção
Seção temática: Formação, docência e práticas na educação de pessoas adultas