Base Nacional Comum Curricular e inclusão escolar: problematizando os discursos acerca da construção de uma sociedade mais justa, democrática e inclusiva

Resumo

O texto objetiva analisar como os discursos da inclusão se fazem presentes na Base Nacional Comum Curricular. Apoiadas nos estudos pós-estruturalistas, realizamos uma análise documental das três versões publicadas da BNCC e evidenciamos um apagamento progressivo das discussões concernentes à inclusão, a cada versão da Base. Também salientamos que a última versão apresenta uma ênfase moral e sensibilizadora da inclusão, ao focalizar os discursos inclusivos nos sujeitos “normais”, seja por meio da sua sensibilização à diferença, seja por sua responsabilização na formação de uma sociedade mais justa e inclusiva. Argumentamos que a BNCC funciona no interior de uma governamentalidade neoliberal e aciona a noção de inclusão como instância de inscrição e produção dos sujeitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...
Publicado
2022-04-26
Como Citar
de Oliveira, P., & Lockmann, K. . (2022). Base Nacional Comum Curricular e inclusão escolar: problematizando os discursos acerca da construção de uma sociedade mais justa, democrática e inclusiva. Horizontes, 40(1), e022004. https://doi.org/10.24933/horizontes.v40i1.1174