A docência como experiência ética: aproximações entre os estudos foucaultianos e a prática docente

Andre Marcio Picanço Favacho

Resumo


Este artigo busca pensar a experiência docente contemporânea à luz dos aportes teórico-metodológicos foucaultianos da ética. Pretende discutir, a partir de projetos de docentes brasileiros submetidos a uma premiação nacional, os enunciados éticos que esses sujeitos foram capazes de produzir tanto como manifestação de ética quanto de política. Para isso, discute as noções de ética e de experiência na obra de Michel Foucault; em seguida caracteriza os aspectos mais relevantes da pesquisa realizada sobre os projetos de professores premiados nacionalmente; por fim, ensaia uma possível atividade ética dos professores. A conclusão não poderia ser outra: numa perspectiva ética, os professores experimentam, por si mesmos - em relação aos outros, obviamente -, a construção de sentidos para uma docência atual - passível de críticas, certamente, mas devidamente situada -, capaz de produzir clivagens, acordos, divisas e modos de existir no interior mesmo de uma docência específica, ou seja, global, local, humanista e de resolução de problemas sociais.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24933/horizontes.v37i0.764

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Horizontes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Universidade São Francisco
CNSP-ASF | Casa de Nossa Senhora da Paz - Ação Social Franciscana

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia